Game of Thrones: consolidando alianças

O inverno finalmente chegou. Essa frase tão marcante de Ned Stark é o que melhor resume o primeiro episódio da nova temporada de Game of Thrones, exibido ontem à noite. Em função do longo intervalo desde a última temporada, o centro do episódio foi justamente localizar cada um dos principais personagens não apenas dentro da narrativa como inclusive dentro da geografia de Westeros.

(começo de spoilers)

A narrativa teve dois grandes blocos iniciais, apresentando as alianças de cada um dos reis. No caso de Cersei, conta com uma parte dos Greyjoy e um grupo de mercenários. Pode ter parecido um tanto quanto mecanicista, mas foi mostrado que sua sua única luta é para se manter no trono, sem dar qualquer importância para a grande guerra que será travada no norte.

O norte, por sua vez, recebeu as tropas de Daenerys Targaryen, incluindo os dois dragões que permanecem vivos. Contudo, o mais importante dessa parte com certeza é  reação hostil da população do norte a uma “estrangeira” que passou a governá-los quando Jon Snow abdicou do título de Rei do Norte. Há outras tensões também, como o fato de alguns dos aliados terem tido brigas anteriormente, a começar por um desolado Jaime Lannister, que não levou qualquer homem de seu exército para o norte. Além disso, a primeira pessoa que encontra quando chega em Winterfell é Bran, que, quando criança, foi jogado por uma janela por Jaime e ficou paralítico.

Passados esses dois primeiros grandes blocos, algumas das narrativas avançaram, como a continuidade do romance de Daenerys com Jon. Contudo, o momento mais importante foi quando Sam revelou para Jon que na verdade ele se chama Aegon Targaryen e legítimo herdeiro do trono. Em choque, Jon não parece saber muito bem o que fazer com essa informação.

(fim dos spoilers)

O episódio se mostrou dentro das expectativas, ou seja, a suntuosa produção de sempre e uma narrativa centrada em puxar os fios deixados pela última temporada, principalmente mostrando a dinâmica das alianças. O mais importante com certeza foi ver Daenerys no norte, vendo a hostilidade dos nortenhos em relação ela e como ela reagia a esse comportamento.

Este capítulo cumpre o papel de ser uma ligação entre duas diferentes temporadas, mostrando como se desenvolveu a dinâmica de fatos passados e introduzindo-os na narrativa da nova temporada. Não teve nenhuma das marcantes grandes batalhas, mas o episódio trouxe aquele quê de conspirações políticas que marcou a primeira temporada da série. Com certeza vale a pena seguir acompanhando essa crônicas que parecem cada vez ter mais gelo do que fogo.

Nota: 8

Confira o teaser do segundo episódio:

Please follow and like us: