Deuses Renascidos – Waking Gods (Themis Files #2)

Depois de Gigantes Adormecidos, um livro muito original e recheado de excelentes personagens, Sylvain Neuvel volta a toda em Deuses Renascidos, publicado no Brasil em agosto de 2017. Depois de um final apoteótico no livro anterior, apesar de ser um gancho horrível daqueles que dão direito a escritores um cantinho especial no inferno, Deuses Renascidos traz acontecimentos ainda mais grandiosos.

SPOILER FREE

O segundo volume na série The Themis Files me deixou bastante dividida. Por um lado, foi maravilhoso ler mais coisas sobre tantas personagens que aprendi a amar no primeiro livro, por outro lado, preciso confessar que não amei as escolhas do autor, nem para as personagens nem para a história.

Como a ideia é não dar spoiler, vou pular a parte das personagens e me concentrar na história. Como diz na contracapa, dessa vez Rose Franklin e o seu time no Corpo de Defesa da Terra precisam encontrar uma forma de lidar com um novo robô que surgiu do nada em Londres. Mais do que isso, novamente, spoilers. Livro difícil de resenhar.

O problema não são os robôs, veja bem, eles são uma das partes interessantes no enredo. O problema são os pilotos e o motivo dos usos dos robôs. É aí que o livro perde demais a conexão com a realidade e passa a ser apenas bizarro. Divertido, mas bizarro. A questão é que em algum momento a leitura não é mais tão imersiva, como no primeiro livro, ela passa a ser uma mistura de esquisitices com diálogos extremamente engraçados, se você curtir o tipo de humor do autor, que tem uma veia sarcástica um tanto forte.

Não ajuda o caso desse livro o fato dele ter a mesmíssima estrutura de Gigantes Adormecidos. Temos novamente aquela coleção de documentos que fariam parte do arquivo do governo sobre os acontecimentos, o que não é um problema em si, mas o formato por vezes fica cansativo, e um novo final em forma de gancho. Sylvain Neuvel já tem dois bilhetes direto para o tártaro dos autores, até porque se o primeiro gancho já era terrível de dar vontade de continuar lendo, o segundo consegue ser ainda pior. Esse segundo gancho foi tão poderoso que eu não consegui me controlar e comprei o terceiro livro.

De certa forma isso atesta que apesar dos problemas o livro é bom, senão eu não teria pago o que paguei pelo terceiro volume.

A minha expectativa é que o livro seguinte compense os problemas. Não sei como Sylvain vai fazer isso, mas a esperança é a última que morre. Nada como citar o tema do livro na resenha!

Nota 8.

Please follow and like us:

Related Post