Quais são minhas expectativas para Capitã Marvel?

Pouco antes do lançamento desses filmes de sucesso, são feitas algumas exibições, a maior parte delas para a imprensa especializada. Esta semana foi a vez de Capitã Marvel, que logo vai estrear nos cinemas. Os jornalistas não podem tecer comentários mais substanciais sobre o filme, ainda que tenham a possibilidade de fazer breves comentários sobre suas impressões mais gerais. Considerando as primeiras reações, uma parcela da imprensa parece ter gostado do filme, ainda que alguns tenham apontados problemas.

O que eu, que ainda não assisti ao filme, espero de Capitã Marvel? Primeiro, que seja um bom filme, mas não excelente como foi, por exemplo, Pantera Negra. Não acho que conseguirá esse patamar, primeiro, porque precisa necessariamente explicar coisas importantes para a continuação de Vingadores. Isso fará com que o roteiro muitas vezes faça opções narrativas pensando muito mais no filme que vem a seguir do que na próprio história que se está contando. Lembro de minha frustração na sala de cinema assistindo à continuação de Matrix, numa segunda parte que não se definia entre continuar a saga no primeiro ou introduzir os acontecimentos do terceiro.

Capitã Marvel deve sofrer um pouco desse problema, tentando se equilibrar entre apresentar a nova heroína e localizar sua importância dentro da história mais ampla que vem sendo contada há pouco mais de dez anos. Inclusive, algo que precisa ser respondido é a razão pela qual, diante de tudo que os Vingadores já enfrentaram, ainda não ter sido chamada aquela que vem sendo apontada como uma das mais fortes do universo Marvel.

Outra expetativa que eu tenho é sobre a atuação de Brie Larson. Ela já mostrou que é uma das melhores atrizes de sua geração, sendo sua atuação em O Quarto de Jack uma das melhores que se viu no cinema nos últimos anos. Mas a questão é: ela conseguirá interpretar uma super-heroína vinda dos quadrinhos? No geral, com uma falha aqui e acolá, a Marvel acertou em suas escolhas de atores e atrizes para o Universo Marvel. Claro que não se trata de questionar a qualidade de Larson, cujo talento já foi provado e é inquestionável, mas de saber se conseguirá entregar uma boa personagem.

Por fim, entre as expetativas suscitadas pelo filme, está a óbvia comparação com Mulher-Maravilha. Minha opinião sobre o filme da DC é de que tem um roteiro fraco, uma direção com potencial que foi obrigada a ficar presa nos esquemas estéticos toscos de Zack Snyder e cujo único mérito são algumas boas passagens sobre empoderamento feminino. Capitã Marvel deve mostrar a trajetória de uma mulher que batalhou (e sofreu) para conquistar seus poderes e que, mesmo sem trazer todo um discurso (bastante superficial, no caso do filme da DC) de empoderamento, é independente, corajosa e (por que não dizer?) empoderada.

Voltando à questão inicial: o que eu espero do filme? Creio que a Marvel continuará a entregar aos seus fãs um excelente entretenimento, respeitará a trajetória da heroína que se está introduzindo e, principalmente, fará as conexões possíveis de serem mostradas com o restante dos filmes, especialmente com o último Vingadores. Como são muitas tarefas, creio que serão cometidas falhas, como ocorreu, por exemplo, Ultron. Para concluir, possivelmente teremos em Capitã Marvel um bom filme, com defeitos e algumas debilidades, que não estragarão em nada o prazer de assisti-lo.

Please follow and like us:
error