Para onde ela foi – Where She Went (If I Stay #2)

De vez em quando eu surto e resolvo pegar continuações de livros que eu já li para tentar colocar as leituras em dia (sim tenho uma lista de continuações para ler, triste, né?). O primeiro que eu estava de olho dessa lista era a continuação de Se eu ficar:Para onde ela foi. Depois de quase dois anos na minha wishlist da amazon, finalmente consegui o livro numa promoção!!! Juro que comemorei.

SPOILER FREE

O primeiro livro da série é realmente fofo, e nele eu lembro vagamente de ter lido uns dois capítulos dessa continuação (coisa comum em livros digitais americanos). Claro que precisei ler tudo de novo depois de dois anos e sei lá quantos livros entre um e outro. De qualquer forma, o primeiro capítulo passou sem nenhum tipo de reconhecimento da minha parte, eu não lembrava de absolutamente nada, já o segundo capítulo foi mais marcante e o identifiquei ao ler Para onde ela foi, bom sinal.

Novamente a autora, Gayle Forman, escreveu um livro fofo. Acho que é a especialidade dela. Os livros dela são todos fofos e excelentes leituras para adolescentes. Novamente não tem relacionamento abusivo, mas… como tem drama! Deve ter sido para compensar a falta de exagero do primeiro volume, Gayle caprichou nesse. CAPRICHOU. Tem tanto drama que confesso que revirei os olhos algumas vezes. Ok, muitas vezes.

Em compensação, lá pelo meio do livro, quando finalmente Mia e Adam tem aquela senhora discussão sobre o relacionamento deles, a discussão do século (é épico, não tem outra forma de descrever), a coisa começa a andar de um jeito que eu fiquei realmente surpresa! Agradavelmente surpresa! Confesso que comecei a pensar nessa resenha naquele momento, de tão maravilhoso! E aí… a coisa desandou. Quer dizer, a autora perdeu a coragem e foi pelo caminho mais fácil. E toda a gloriosa resenha que ela teria recebido foi para o saco e eu agora estou escrevendo essa resenha aqui.

Enfim

Foi absolutamente brochante para mim. Tudo bem que eu sei que esse livro não é o tipo de livro onde se encontra o que a autora me deu esperanças de encontrar. Mas ela me deu esperanças!!! E me senti uma criança que teve o seu doce roubado. Fiquei absolutamente furiosa. Depois desse ponto, apesar da fofice de tudo, eu simplesmente não consegui mais me conectar com as personagens, que me pareciam falsos e exagerados.

Uma pena.

Mas eu entendo que existe um mercado para esse tipo de livro e ele dá muito dinheiro. Entendo perfeitamente a escolha da autora, que não resistiu ao poder do mercado, entendo mesmo. Mas isso não me tira a sensação de tristeza pela perda de uma história muito mais interessante, apesar de certamente menos romântica e fofa.

Fiquem avisados do teor de fofice e de açúcar.

Nota 8.

Please follow and like us:
error