Os Inocentes – Primeira temporada

A Netflix é hoje mais parte da nossa vida nerd do que a maioria dos canais de TV a cabo. Se Sense 8 acabou, todos esperamos a próxima temporada de Stranger Things. Até lá, produções como Os Inocentes passam a ocupar seu lugar como candidata a próxima queridinha dos nerds.

A trama começa com o amor de June (Sorcha Groundsell) e Harry (Percelle Ascott), dois jovens que decidem abandonar suas vidas sufocantes. June foi um pai controlador (Sam Hazeldine), após ser abandonada pela mãe, e Harry carrega a responsabilidade de cuidar do pai, incapacitado há anos. No meio da fuga, ambos descobrem que a menina pode se metamorfosear em quem toca durante momentos de tensão. E tem gente que parece que já sabia disso…

Primeira temporada

Afinal, a primeira temporada de Os Inocentes é uma história de amor, mas também sobre a inocência perdida. Seus personagens vivem a difícil rotina de se virarem sozinhos e descobrirem que o amor não é só a parte boa. Há gente que se intrometa e afete a relação e como você sente consigo mesmo. Paralelamente, há uma trama envolvendo poderes sobrenaturais e interesses nada dignos. Tudo em torno de dramas familiares.

Chama atenção o ótimo e denso roteiro da série, que não é nada leve como Stranger Things, e leva tudo para outro patamar dramático. Os Inocentes é tão desesperador quanto os piores momentos de uma adolescência, que muitos acham que é só felicidade mas tem momentos bem ruins.

Please follow and like us: