Instruções – Instructions

Quem lê com frequência minhas resenhas sabe do meu amor incondicional ao trabalho do inglês Neil Gaiman. Para mim ele é um dos escritores mais versáteis da atualidade, com graphic novels, contos, novelas, livros infantis, infantojuvenis, young adult e para adultos. Seus trabalhos já viraram programa de rádio, filme, desenho animado e série de TV. Aliás, ele também já escreveu roteiros para essas coisas também.

Apesar de estar ainda na meia idade, seu trabalho é bastante extenso. E por ser muito famoso, às vezes me parece que a galera tenta produzir qualquer coisa nova com o nome dele para ganhar dinheiro. Instruções parece que vai entrar nessa lista de coisas.

A questão é que o texto não me pareceu ser feito exatamente para o livro. É uma poesia do Gaiman, linda, é verdade, mas ela na verdade foi feita para compor outros livros do autor. Como podemos ver na belíssima leitura do próprio aqui embaixo:


As ilustrações do Charles Vess são bonitas. Isso também não está em questão.

O problema é que o texto não foi feito para ser apresentado assim e isso ficou transparente ao longo da leitura para mim. Ficou com cara de: olha que texto legal! Vamos incluir numa coletânea. Agora vamos incluir em outra. Agora vamos fazer uma versão ilustrada! E dá-lhe formas de arrancar dinheiro dos fãs.

Vale apenas para introduzir crianças ao trabalho do autor, mas tem que lembrar que nem toda criança gosta desse tipo de texto. E o trabalho para crianças do Neil Gaiman tem coisas bem mais interessantes que isso.

Nota 8.

Please follow and like us:
error