Dom Casmurro e o enigma de Capitu

Dom Casmurro

No mês das noivas, nosso Desafio Literário fala sobre livros que tenham casamento em algum momento. Na literatura brasileira é difícil não mencionar um dos maiores livros de Machado de Assis, maior escritor brasileiro: Dom Casmurro. O livro conta a história de Bentinho, apaixonado por Capitu, e sua desconfiança de que ela o traísse com seu melhor amigo Escobar.

O protagonista passa a acreditar ainda mais na traição a partir do nascimento do filho, que vê como idêntico ao amigo. Mas essa percepção é, exclusivamente, de Bento. O leitor sabe de sua versão, mas não tem ideia se ele está certo ou não. Capitu passa a vida lhe negando a traição.

O estilo hábil e leve da escrita machadiana segue atual. Dom Casmurro é um ótimo exercício literário do melhor que o Brasil tem em sua cultura e entre seus escritores, ao lado de Clarice Lispector. A partir do folhetim, formato que exerce sua influência até hoje no roteiro de novela, Machado constitui um ritmo delicioso e de mistério, mas que talvez frustre o leitor que gosta de histórias de detetive porque o enigma de Capitu não é uma pergunta a ser respondida pelo autor, mas por quem o lê.

Afinal de contas, se, como Bentinho, você acredita que sua esposa o traiu isso diz mais sobre você do que sobre a personagem. O mesmo vale para quem crê na inocência de Capitu.

Nota: 10

Please follow and like us:
error