Como Rami Malek aponta um caminho para o cinema que queremos?

O rosto singular, o sorriso traz um pedaço da globalização e mesmo seus cabelos não deixam dúvidas. Rami Malek é um astro de uma beleza que nos desacostumamos a admirar no cinema comercial, mas que podemos voltar a ver de forma recorrente. De origem egípcia copta, o ator de Bohemian Rhapsody venceu o Globo de Ouro e é a cara do que queremos ver.

Nascido em Zanzibar e educado em Londres, Freddie Mercury contou com vários possíveis intérpretes para seu papel no cinema. No fim, sua origem diversa foi respeitada com a estrela de Mr. Robot. Este caminho evita que vejamos coisas bizarras como colocar um ator branco para interpretar um cantor negro com problemas de pele.

 

Vale lembrar: ver um ator ocupar este espaço não significa que se limite a ele. Malek pode e deve atuar em papéis que nada tenham a ver com sua origem. Mas ver cada vez mais atores de outras origens e países é um caminho para séries e cinema. Que o Globo de Ouro indique isto para o mercado.

O POPOCA apoia. 🙂

Please follow and like us: